quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Ação de graças a Nossa Senhora de Lourdes

Lourdes contém um eloquente apelo de Nossa Senhora a seus filhos, para que se aliem e empreendam sob o manto d’Ela essa grande batalha já engajada, a qual há de culminar com o triunfo final predito em Fátima.

Enunciara-o o Prof. Plinio Corrêa de Oliveira nas páginas de Catolicismo, por ocasião do centenário das aparições, quando escreveu que Lourdes é para o mundo inteiro o primeiro marco do ressurgimento contra-revolucionário:

“Há um anseio imenso por outra coisa, que ainda não se sabe qual é.

“Mas, enfim –– fato talvez novo desde que começou, no século XV, o declínio da civilização cristã –– o mundo inteiro geme nas trevas e na dor, precisamente como o filho pródigo quando chegou ao último da vergonha e da miséria, longe do lar paterno. [...]

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

As aparições de Lourdes segundo as palavras da própria Santa Bernadete

1ª aparição — quinta-feira, 11 de fevereiro

“A primeira vez que fui à gruta, era quinta-feira, 11 de fevereiro. Fui para recolher galhos secos com outras duas jovens.

“Ouvi um barulho como se fosse uma ventania. Então girei a cabeça para o lado do gramado, do lado oposto da gruta. Vi que as árvores não se moviam.

“Ouvi mais uma vez o mesmo barulho. Assim que levantei a cabeça, olhando a gruta, vi uma Dama vestida de branco. Tinha um vestido branco, um véu branco, um cinto azul e uma rosa em cada pé, da cor da corda do seu terço.

“Eu pensava ser vítima de uma ilusão. Esfreguei os olhos, porém olhei de novo e continuei a ver a mesma Dama. Coloquei a mão no bolso, para pegar o meu terço.

Modelo para difundir a devoção a Nossa Senhora de Lourdes

Modelo para difundir a devoção a Nossa Senhora de Lourdes (em cores)
CLIQUE PARA AGRANDAR E DESCARREGAR
Dá dois santinhos cada folha A4 imprimindo frente e verso
Inclui espaço em branco para acrescentar dados
Leia o conteúdo:
Nossa Senhora de Lourdes

A partir de 11 de fevereiro de 1858, Nossa Senhora apareceu 18 vezes a Santa Bernadette Soubirous, numa gruta perto de Lourdes, França.

A santa perguntou à Dama quem era e o que queria. Ela respondeu: “Eu sou a Imaculada Conceição”.

O Beato Papa Pio IX havia proclamado o dogma da Imaculada Conceição em 8 de dezembro de 1854 e a aparição confirmou esse dogma.

Nossa Senhora usava um vestido branco com uma fita azul. São as cores da Imaculada Conceição.

Nossa Senhora fez vários pedidos por meio de Santa Bernadette:

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

La Salette e a conversão recente de bispos, padres, freiras e fiéis anglicanos

Cerimônia na catedral de Westminster, Londres
O vidente Maximin escreveu diversas vezes que Nossa Senhora lhe revelou a futura conversão de uma grande nação protestante.
Numa das versões de seu segredo, Maximin nomeou a Inglaterra.

A profecia concorda com muitas outras visões particulares de santos e almas virtuosas.

Nesse sentido, tem especial interesse o fenômeno de conversões expressivas e em grande número que ocorre entre os anglicanos, especialmente na Inglaterra.


Três “bispos” anglicanos renunciaram a sua denominação e ingressaram formalmente na Igreja Católica no último dia de 2010 na catedral de Westminster, Londres, noticiou “The Telegraph”.

Eles foram acompanhados na conversão por representantes de 20 paróquias, entre as quais três freiras expulsas do santuário anglicano da padroeira do país, Nossa Senhora de Walsingham, quando anunciaram sua conversão.

Dois dos ex-“bispos” serão ordenados sacerdotes nas próximas semanas.

Nossa Senhora de Walsingham, padroeira da Inglaterra
O gesto foi considerado como a abertura simbólica de um processo de conversão à Igreja Católica que envolverá na primeira fase por volta de 1.000 eclesiásticos, “bispos” e “sacerdotes” e incontáveis fiéis, chocados pela “ordenação” de mulheres e “sagração” de homossexuais na igreja anglicana.

Os novos católicos de tendência tradicionalista entraram na estrutura do Ordinariato criada especialmente para eles.

A multidão apertada na grande catedral aplaudiu quando os ex-“bispos” de Fulham, Ebbsfleet e Richborough, receberam a Santa Comunhão.

A Irmã Wendy Renata disse se sentir “fantástico” após ser recebida na Igreja Católica. “Eu quis isso durante anos. Afinal consegui”, acrescentou.

Aguarda-se que na Páscoa sejam ordenados pelo menos 50 sacerdotes que abandonaram a denominação herética.

Obviamente, há muitas disputas a respeito da propriedade e do uso de antigas igrejas anglicanas que ficaram ou ficarão sem clero e sem fiéis.


Desejaria receber atualizações gratuitas e instantâneas, sem compromiso, de "A Aparição de La Salette e suas Profecias" no meu e-mail

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Breve resumo da vida de Santa Bernadette

 
Bernadette Soubirous nasceu em 7 de janeiro de 1844.

No tempo das aparições seu pai, que era dono de um moinho, estava arruinado.

A família morava de graça numa cela abandonada da cadeia da cidade.

"Cachot": ex-cela onde morava a família
Nossa Senhora lhe apareceu em 11 de fevereiro de 1858, quando Bernadette colhia gravetos para esquentar a mísera cela e a mãe cozinhar uma pobre sopa.

Nossa Senhora escolheu-a porque ela era a mais ignorante de Lourdes.

Ela era uma boa menina, mas não era santa antes das aparições. Porém, quando começava a visão, ela se transfigurava.

Corpo incorrupto de Santa Bernardette
E ela, simples camponesa, adquiria uma majestade que impressionava todo mundo.

Após as aparições, Santa Bernadette fez-se freira no convento de Saint-Gildard, na cidade de Nevers, onde faleceu em 16 de abril de 1879.

Seu corpo está milagrosamente incorrupto com as articulações flexíveis e pode ser venerado numa bela urna de cristal na capela do convento.

Santa Bernadette, rogai por nós!


Desejaria receber atualizações gratuitas e instantâneas, sem compromiso, de "A Aparição de La Salette e suas Profecias" no meu e-mail

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

O vestido de Nossa Senhora


O local da aparição: Mélanie e Maximin descem até Nossa Senhora


No momento da aparição, Mélanie e Maximin se encontravam num local mais alto, e foram descendo, de início intrigados e depois maravilhados até o foco de luz que eles viram. Maximin falou:

“Embora estivéssemos a uma distância de uns vinte metros, ouvimos uma voz doce, como se saísse de uma boca próxima de nossos ouvidos, que dizia:

– Avançai meus filhos, não tenhais medo. Estou aqui para vos anunciar uma grande notícia.

“O temor respeitoso que nos tinha contido desvaneceu-se. Corremos até ela, como indo a uma boa e excelente mãe”.

O vestido de Nossa Senhora

Mélanie sempre foi mais meticulosa nas suas descrições. Deixou registrado com mais pormenores o que viu e ouviu. Ela conta:

“O vestido da Santíssima Virgem era branco prateado e todo brilhante. Não tinha nada de material, estava composto de luz e de glória variante e cintilante. Na terra não há expressões nem comparação para usar. (...)

“A Santíssima Virgem tinha um avental amarelo. Por que digo amarelo? Ela tinha um avental mais brilhante que muitos sóis juntos. Não era de um pano material, estava composto de glória, e esta glória era cintilante e de uma beleza encantadora.

“Tudo na Santa Virgem me atraía poderosamente e me inclinava a adorar e a amar meu Jesus em todos os estados de sua vida mortal.

“A coroa de rosas que ela tinha sobre a cabeça era tão bela, tão brilhante, que não dá para se fazer uma idéia.

“As rosas de diversas cores não eram da terra. Era uma reunião de flores que rodeava a cabeça da Santíssima Virgem com forma de coroa. Mas as rosas mudavam e se substituíam, porque do centro de cada rosa saía uma luz tão bela, que fascinava e tornava as rosas de uma beleza esplendorosa.

“Da coroa de rosas subiam raios de ouro e uma grande quantidade de outras florinhas misturadas com brilhantes. O todo formava um belíssimo diadema, que brilhava sozinho mais do que nosso sol na Terra.

“Os sapatos (pois é preciso dizer sapatos) eram brancos, mas de um branco prateado, brilhante. Havia rosas em torno deles. Essas rosas eram de uma beleza fulgurante.

“E do centro de cada rosa saía uma chama de luz muito bonita e muito agradável de se ver. Sobre os sapatos havia uma fivela de ouro, não do ouro da Terra, mas de ouro do paraíso”.

Mélanie contou que Maximin tentou apanhar uma destas rosas que estavam sob Nossa Senhora, mas nada conseguiu.

Desejaria receber atualizações gratuitas e instantâneas, sem compromiso, de "A Aparição de La Salette e suas Profecias" no meu e-mail